Monday, 27 December 2010

Dias em casa, dias difíceis para a mamã

O pequeno apanhou uma constipação valente na semana antes do natal.
Se de manhã estava porreiro na escola piorava.

Até que na 4ªf às 9h30m da manhã ligam da escola, e estava com febre...

O papá estava a caminho de uma reunião no porto por isso levantei-me num ápice, tirei a Alice da mama, vesti e vesti-me.
Metia no ovo e saí para o carro.

Chovia a potes.

O carro tinha um furo.

A Alice berrava.

Contei o dinheiro do porta moedas e apanhei um táxi.
Cheguei à escola e só de subir a rua a Alice tinha a cara toda molhada da chuva que caía....

Fui buscá-lo e a Ana teve a gentileza de chamar um táxi à porta da escola e enfiei os miudos e os sacos e viemos para casa.

A tia Mane e o tio vieram buscar-nos e levaram-nos para casa dos avós joao e luisa pois iam fazer os doces de natal, podia ser que lá te distraísses mais.

Tentámos que dormisse a sesta pois sem ela fica impossível.

Nada de sesta.

Ainda fomos ao shopping e viu um pai natal e ajudante que lhe pintou a cara de pirata, fugiu d emim quando estava sozinha com ele e a Alice, deixei por instantes a miuda no chao no ovo enquanto corria e puxava-o por um braço antes que desaparecesse no meio das pessoas.

Ainda conseguiu bater com a cabeça no trenó.

O Pai natal elogiou o casaco dele e..
Sebastião à conversa com Pai Natal num shopping:

P.Natal:Epah...tens uns crachás muita giros no teu casaco. Olha lá o teu pai toca guitarra?...É músico??

Sebastião:Não! O meu pai trabalha!!
...
P.Natal:Chiça...parecias a minha mãe a falar...
então os músicos não trabalham??
bom cheguei a casa feita num 8 e não foi nada comparado com o dia seguinte...

o sebastião está numa fase terrível, desde ter subido aos moveis 500 vezes e ter tirado dudo das prateleiras, a tentar deitar a tv abaixo,a morder o sofa de pele até ficar marcado, a meter-se em cima do sofa...etc

depois disto ficou quase uma semana em casa porque a escola fechou, e quando digo em casa, foi mesmo em casa, porque chovia e ainda me aventurei um dia a sair com os 2 para dormirem um pouco e eu não dar em doida.

ele adormece em auto estrada, sempre a direito sem estimulos, ela: adormece em cidade com treme treme de calçada :S uma aventura

o sebastião acordou e berrrava para eu sair daquela estrada pq tudo tremia ( sim o meu yaris não é o conforto do carro do papá) ela acordava com estrada direitinha...humpf voltámos a casa.

Mas ao fim de uns dias acho que encontrámos um equilíbrio, cada um o seu lugar , e agora o pequeno parece-me mais calmo e tranquilo.

Um dia à noite perguntei-lhe se estava triste comigo, e quem pergunta ouve o que vem:
Sim, sinto-me sozinho e perdido.

E foi como se me apertassem as tripas e coração.
Expliquei-lhe que não estava tanto tempo com ele agora porque a alice era muito bebé e não conseguia fazer nada sem a mamã, mas que gostava muito dele como antes, era tudo uma questão de tempo.

Tenho a certeza que entendeu.
Acabo de escrever este post quase 1 mes depois dos acontecimentos .

1 comment:

espertinha said...

Pode ter passado um mês, mas estão relatados com a intensidade de eventos recentes!

O nosso puto às vezes também tem umas fases mais agitadas, mas nunca verbalizou as suas angústias dessa forma! Parabéns, que só uns pais excepcionais é que conseguem que uma criança da idade do Sebastião se exprima de forma tão clara!