Tuesday, 12 August 2008

o primeiro dói-dói

Aconteceu hoje. Algum dia tinha de ser. Agarrado aos armários nas suas andanças, agarrou ao puxador da porta abriu e numa fracção de segundo fechou com o seu dedito no intervalo. Resultado uma mãe a chorar uma mana aos gritos um papá a tentar perceber a gravidade do dói-dói e o feijão a chorar tanto que nem som saía das suas cordas vocais. O dedo esse raspou um bocadinho a pele na parte de baixo. Nada que um penso, desinfectante, e uns dias de praia não resolvam... :(

2 comments:

Cores do Sonho said...

Ohhh tadito do Sebastião-Feijão :o(
Calma familia Silva II, são acidentes normais e que servem para criara anti-corpos! Então quando chegar ao dia do joelho todo raspado, ou da cabeça partida ?!
Um beijinho grande no dedico do Feijão ! e bijocos para o papá-enfermeiro, a mamã-chorona e a mana-gritona ;o)

BE said...

Faz parte - e assim fica mais forte :)